Dentista esclarece qual a idade ideal para realizar implante

Especialista esclarece momento ideal para a realização de procedimento odontológico

Implantes dentários têm se tornado uma solução cada vez mais popular para a substituição de dentes perdidos, proporcionando tanto benefícios estéticos quanto funcionais. Dados do IBGE e Ibope apresentados pela Agência Brasil certificam isso. De acordo com um estudo, 39 milhões de brasileiros usam algum tipo de prótese dentária.

AD_4nXfbg5MToQoQUbpAJl26G3ixYP4GYzFGo1ArNVjKPNIq5Q-ho3IBMY1EK-IYs8rBv4I_TQM2aHlxpvwl3ByxeyHwsLecCTX7zEvzHM9yBNW2aBivzCOGzKdnhrf9KoCS04mKliu2LvYHQUcJtBjSNDnOLnTF?key=VQ42LDjeuK-P7evoabgmHw

Ainda de acordo com o estudo, uma em cada cinco das pessoas que teriam feito implantes têm entre 25 e 44 anos. No entanto, há um debate em curso sobre qual é a idade ideal para realizar esse procedimento, considerando tanto a idade mínima quanto a máxima.

De acordo com Dr. Paulo Coelho Andrade, especialista e mestre em implantodontia e odontologia estética, a idade mínima para se colocar implante dentário é quando ocorre o fechamento das cartilagens do pulso do paciente. A maior parte da perda dental em jovens ocorre por traumas, cáries severas ou doença periodontal juvenil.

"Quanto à idade máxima para implantes dentários, em geral, não existe um limite superior restrito. Pacientes idosos se beneficiam significativamente de implantes. O mais importante é avaliar a quantidade óssea e também as condições de saúde. Para aqueles pacientes que possuem pouco osso, existe a alternativa dos Implantes Zigomáticos que se ancoram no osso Zigomático (maçã do rosto), podendo trabalhar dessa maneira com o princípio da carga imediata, entregando em geral, o trabalho em poucos dias sem necessidade de enxerto ósseo", disse.

Em relação a Belo Horizonte, o especialista acredita que a procura por implantes dentários tem sido constante, refletindo a tendência nacional. "Aqui, notamos uma diversidade de faixas etárias buscando implantes. Isso inclui pacientes mais jovens, que sofreram traumas, até pessoas idosas que desejam melhorar sua qualidade de vida através da reabilitação oral", observou.

Dr. Paulo ainda orienta que a decisão de realizar um implante dentário envolve uma avaliação cuidadosa das necessidades individuais do paciente, independentemente da idade. "A constante evolução da tecnologia odontológica e a crescente conscientização sobre a importância da saúde bucal continuam a impulsionar a demanda por implantes dentários, tornando-os uma solução valiosa para a substituição de dentes perdidos e aprimoramento da qualidade de vida. Porém é necessária uma avaliação do caso para entender se de fato o implante é a melhor opção para aquele paciente".